1 - As nossas primeiras ideias

DAC 1 – AS NOSSAS PRIMEIRAS IDEIAS


A transição do Pré-escolar para o 1º Ciclo é muito importante. As principais diferenças sentidas pelos alunos são fundamentalmente ao nível das interacções, da organização do tempo e do espaço, assim como da autonomia.
Neste sentido, construímos um DAC que facilitasse a transição do Pré-escolar para o 1º Ciclo e que, simultaneamente, desenvolvesse competências transversais, nomeadamente, a comunicação, relacionamento interpessoal, desenvolvimento pessoal e autonomia, sem esquecer a articulação dos conteúdos das diferentes áreas disciplinares.

Este primeiro DAC (domínio de autonomia curricular) foi desenvolvido nas primeiras semanas de aulas e dividiu-se em 4 etapas:

1 – Vamos conversar
Os alunos puderam dialogar sobre as suas expetativas em relação ao 1º Ciclo, no sentido de facilitar a sua integração e fazê-los interagir com os pares.


A partir da leitura dos livros “A minha professora é um monstro” e “A minha mãe é professora”, conversaram sobre o papel do professor e registaram graficamente as suas ideias.

2 – A nossa sala
No sentido de se apropriarem do espaço da sala, aprender a respeitar a opinião dos outros e conseguir construir consensos, os alunos falaram sobre a sua sala de aula, o que ela deveria ter e como a poderiam organizar.
Após o debate e registo das ideias, organizaram a sala de acordo com o consenso obtido.

3 – As nossas regras
A fim de promover a autorregulação na apropriação e cumprimento das regras, em assembleia de turma definiram e aprovaram-se as regras dentro e fora da sala de aula.
Cada turma adotou formas diferentes de registo do cumprimento das regras: realização de cartazes com as regras; criação de uma checklist no sentido de averiguar o seu cumprimento; realização do semáforo do comportamento, etc.

4 – A nossa escola
Com o intuito de os alunos descobrirem os espaços da escola, as funções de cada espaço, conhecer as pessoas e suas funções, realizaram um jogo de pistas, em equipas, para descobrir a escola. Em seguida, fizeram desenhos sobre o que observaram.




Finalmente, debateram e planificaram o trabalho final a desenvolver (por etapas e com recurso à matemática na divisão e distribuição de tarefas, por turma e por grupo) – a construção de uma maquete dos diversos espaços da escola.