2 - Belas ideias

DAC 2 – BELAS IDEIAS


Cada vez mais se reconhece que as Artes têm um papel fundamental no desenvolvimento e formação das crianças, quer na criação de indivíduos confiantes, com sensibilidade estética e criativos, quer no conhecimento de si mesmas, valorizando a sua forma de ser e de perceber o que as rodeia.
Com este DAC pretende-se que o ensino das Artes se entrecruze com o processo de aquisição de aprendizagens das mais variadas áreas disciplinares. Assim, as crianças têm a possibilidade de aprender, experimentar, construir, brincar e criar, desenvolvendo a destreza manual e uma série de técnicas de pintura tão importantes nestas idades, assim como trabalham variados conteúdos programáticos do português, matemática, estudo do meio, música e expressão dramática. Da mesma forma, desenvolvem outras competências e valores como o trabalho em equipa, a partilha, o respeito pelos outros, a autonomia, a responsabilidade, a curiosidade, a reflexão, a cidadania, …

1 - RECORTE E COLAGEM
A partir da história do “Ouriço Carrapiço” os alunos aprenderam a utilizar corretamente a tesoura e a cola de stick, cobrindo o corpo da personagem principal da história com "espinhos" feitos de recortes de revista.



2 - LÁPIS DE CERA – TEXTURAS - OS VALORES
Em modo de assembleia de turma, foram apresentados importantes valores humanos e deu-se início ao debate…
Em seguida, e a partir de folhas de árvores verdadeiras, os alunos recolheram texturas usando os lápis de cera.
Finalmente, e em grande grupo, construíram um painel a que chamaram “Árvore dos Valores”.



3 - LÁPIS DE COR – SIMETRIA
A partir dos elementos que compõem um rosto humano, e explorando as simetrias, os alunos aprenderam a desenhar o rosto, assim como as regras de pintura com lápis de cor.




4 - DECORAÇÕES DE NATAL
No âmbito da quadra natalícia e do OE 4 (Promover um bom clima de escola que incentive a participação ativa do aluno e o sentido de pertença) os alunos realizaram árvores de Natal e embrulharam presentes (fictícios) para decorar o espaço da escola. As árvores foram decoradas com bolas de natal e “mandalas”. Os alunos foram alertados para a repetição de módulos (geometria - padrões) e as técnicas de pintura aprendidas.
Foi ainda feita a leitura de uma história natalícia intitulada “Estrelinha Cadente” e de um poema relacionado com a história. Depois, fizeram a representação do poema (expressão dramática e musical) através de gestos/mímica, ao som da música “Air Suite No. 3” de Johann Sebastian Bach.




5 - DESCOBRINDO KANDINSKY

Semana  1

Partindo da história “O Lanche do Senhor Verde” de Javier Sáez Castán, inicialmente, cada turma foi dividida em 6 grupos, sendo atribuída uma cor a cada grupo, conforme as personagens da história: o senhor Verde, o senhor Amarelo, o senhor Rosa, o senhor Azul, o senhor Castanho e, por último, o senhor Preto. Na mesa de cada grupo estavam apenas disponíveis lápis de cor com a respetiva cor. Assim, o grupo verde só tinha acesso a lápis com diferentes tons da cor verde e assim sucessivamente.
Foi distribuída a cada grupo um desenho para colorir. Cada grupo só podia pintar os desenhos da cor que lhe foi atribuída. A ideia era levar os alunos a refletir acerca da cor com que pintavam os desenhos: se era apropriada, se era como na realidade, se ficou bonito, se gostaram e porquê, etc…
   

Após a leitura da história, pediu-se a cada grupo para pintarem o mesmo desenho mas, desta vez, com as cores que quisessem.
Finalmente, foi feita a análise da obra, comparando as primeiras pinturas e com as últimas, tentando levar os alunos concluir que o mundo é bem mais bonito com todas as suas cores, com todas as suas diferenças, estabelecendo-se uma analogia com as pessoas que são de cores/etnias diferentes e que cada uma tem o seu valor como ser humano.
  

Em seguida, fez-se uma introdução ao pintor Kandinsky e visualização de algumas das suas obras.
Inspirado na sua obra “Estudos de cor”, com círculos concêntricos, os alunos desenharam, em papel cavalinho, círculos concêntricos e pintaram-nos com aguarelas.

Semana 2

Recortaram as pinturas pelo círculo maior.
Num papel de cenário, pintaram o fundo onde fizeram a colagem dos círculos, imitando as flores do campo, num painel conjunto, introduzindo assim a nova estação do ano que se aproxima – a primavera.
  


Eis os trabalhos finais!
 

1º A - TP

1º B - TP

1º C - TP

1º A, B e C - SJB





6 - DIA DOS MONUMENTOS E DOS SÍTIOS


No âmbito do Dia Internacional dos Monumentos e dos Sítios, que se celebra a 18 de abril, os alunos tiveram oportunidade de dialogar sobre a importância de preservar o nosso património. Puderam ainda conhecer a história e algumas curiosidades de alguns dos monumentos da cidade de Lisboa como: o Aqueduto das Águas Livres, o Arco Triunfal da Rua Augusta, o Arco de São Bento, o Castelo de São Jorge, a Sé Catedral de Lisboa, o Mosteiro dos Jerónimos, o Padrão dos Descobrimentos e a Torre de Belém.
De seguida, fez-se uma introdução ao pintor Andy Warhol e foram apresentadas algumas das suas obras.
Inspirados na Pop Art, e sobre fotocópia dos diversos monumentos abordados, os alunos pintaram com lápis de cera. E os trabalhos ficaram verdadeiras obras de arte!...